Sem explicações, diretora é exonerada de colégio em Glória


- 4 de fevereiro de 2016 | - 12:03 - - Home » » »

Na última terça, 02, o Mais Sertão recebeu uma denúncia de que uma diretora de um colégio da rede estadual de Nossa Senhora da Glória teria sido exonerada sem ao menos ser comunicada antecipadamente e que a própria teria descoberto através de um site. Diante da acusação, as devidas averiguações foram feitas e o fato foi confirmado juntamente com a própria envolvida, a professora Mirna Nonato, que estava à frente da direção do Colégio Estadual Manoel Messias Feitosa há cerca de dois anos.

escolas_retornam_aulas_gloria_01_maissertao

O Colégio Manoel Messias Feitosa foi o palco da polêmica

Mirna afirmou ao Mais Sertão que a exoneração ocorreu no dia 26 de janeiro, mas sem que a mesma fosse informada. Segundo ela, a notícia da sua saída chegou a si no dia 1º de fevereiro através de uma amiga que encontrou a informação em uma página da SEED. Ainda de acordo com Mirna, não houve nenhum comunicado ou convocação para reunião por parte da SEED (Secretaria Estadual de Educação) ou da DRE’09 (Diretoria Regional de Educação) com o objetivo de que a deixassem a par da sua exoneração e os motivos que levaram a esta decisão.

Em contato com a Diretora Regional de Educação, Meire Ferreira, o Mais Sertão recebeu a informação de que a mesma tentou contato com Mirna para marcar uma reunião na terça, 02, mas não obteve sucesso. Meire afirmou que só dará maiores explicações à imprensa depois que conversar com a ex-diretora e esclarecer todo o ocorrido. A diretora da DRE’09 concluiu informando que não alimentará mais a história e que não houve nenhum desrespeito.

O novo diretor da instituição foi apresentado ao corpo docente do Manoel Messias na tarde da última quarta, 03. Trata-se do professor Pedro Jonathan, o qual, segundo informações da DRE’09, é docente da rede estadual e aluno do curso de Doutorado em Física da Universidade Federal de Sergipe.

novo_diretor_manoel_messias-maissertao

Novo diretor foi apresentado pela equipe da DRE’09

Nos últimos meses, diversas denúncias relacionadas a esse tipo de situação têm circulado nos bastidores da educação pública de Nossa Senhora da Glória. Um dos exemplos mais recentes ocorreu no Colégio Cícero Bezerra quando a antiga diretora Niceia foi exonerada em meio a uma polêmica que envolveu manifestações de alunos pedindo o retorno desta ao cargo.

Por: Daniel Rezende
Estudante de Comunicação Social - Jornalismo; Habilitado como Jornalista com DRT/SE 2.049; Sócio e Repórter do Mais Sertão; Apresentador e Repórter da Xodó FM.
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!