Governo de Sergipe autoriza reforma da Escola Padre Leon Gregório


- 20 de janeiro de 2016 | - 8:06 - - Home » »

Para cumprir um compromisso assumido pelo governador do Estado, Jackson Barreto, com a Diocese de Propriá, por intermédio do bispo D. Mário Sivieri, a superintendente executiva da Secretaria de Estado da Educação (SEED), Marieta Barbosa, visitou nesta terça-feira, 19, a Escola Padre Léon Gregório, no sertão sergipano.

reforma_escola_padre_leon_gregorio_gloria_01_maissertao

Escola Padre Leon Gregório. Foto: SEED

Fundada há 33 anos pelo padre de nacionalidade belga que dá nome à unidade, a Escola Léon Gregório cumpre um importante papel social na cidade e atende atualmente a 600 alunos matriculados no ensino fundamental menor (1º ao 5º ano). E como forma de reconhecer o trabalho desenvolvido por essa escola, o Governo de Sergipe, por meio da SEED, irá fazer os reparos e adequações que se fazem necessários para contribuir com a melhoria da qualidade de ensino ofertada na unidade.

Acompanhada do diretor de Engenharia e do diretor da coordenadoria de Informática da SEED, Carlos Melo e Everton Siqueira, respectivamente, Marieta Barbosa determinou, durante a visita, a elaboração imediata dos projetos necessários para que se tenham início as obras de reforma dessa unidade escolar.

“O governador Jackson Barreto elegeu a educação como prioridade de seu governo e por isso não mede esforços quando o assunto é melhorar as condições de ensino das escolas da rede estadual”, declarou Marieta.

De acordo com Carlos Melo, será feita inicialmente uma revisão geral no telhamento da escola, assim como uma readequação em toda a rede elétrica, além de uma nova pintura em todas as dependências do prédio. A unidade também receberá novo mobiliário nas salas de aula e terá a biblioteca reequipada.

Manoel Messias

Ainda em Nossa Senhora da Glória, a equipe de gestores da SEED visitou o Colégio Estadual Manoel Messias Feitosa, com vistas a solucionar um problema que se arrasta há anos: obras que foram iniciadas, mas não foram concluídas pela construtora responsável, por quebra contratual por parte das empreiteiras.

Ao chegar ao Manoel Messias, a professora Marieta reuniu-se com a direção e com os professores da escola, e juntos discutiram os problemas e pactuaram soluções para e escola.

“Assumimos hoje o compromisso de solucionar os principais problemas físicos e estruturais do prédio; e iremos, ainda em 2016, finalizar as obras iniciadas”, afirmou a superintendente executiva da SEED, após o encontro com os professores.

Fonte: SEED /SE

Por: Daniel Rezende
Estudante de Comunicação Social - Jornalismo; Habilitado como Jornalista com DRT/SE 2.049; Sócio e Repórter do Mais Sertão; Apresentador e Repórter da Xodó FM.
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!