Seleção Gloriense é eliminada da Copa Tv Sergipe de Futsal


- 2 de setembro de 2015 | - 10:36 - - Home » »

Uma noite para esquecer foi essa terça(01), no Ginásio de Esportes da cidade de Itaporanga. A seleção Gloriense jogava por um empate contra a seleção da Cidade de Itaporanga. O placar de 5 a 1 para os donos da casa, descreve totalmente o título dessa matéria.

Foto: Vieira Neto

Foto: Vieira Neto

Duas falhas no início, quando a Seleção de Gloriense estava dominando, fizeram com que a história do jogo mudasse totalmente. Oportunista, Juninho guardou duas vezes.

Diferentemente da primeira partida, onde o domínio Gloriense era maior e com a ajuda dos atletas Gabriel e Vassoura (que não puderam estar presentes à essa partida, suspensos) dominavam o jogo, nesse, o que se viu foi o amplo domínio Itaporanguense.

Na volta do Intervalo, o que parecia um possível mudança mediante a conversa que tiveram dentro do vestiário, nada mudou, à não ser o placar. Nova falha e gol de Romildo. Glorienses conseguiram diminuir com Negada e dar uma nova esperança aos torcedores que se fizeram presentes.

A equipe de Itaporanga exagerou e excedeu nas faltas, permitindo o tiro livre direto para os Glorienses. Pela primeira vez que eu pude notar, na hora de saber quem seria o atleta que iria fazer a cobrança, o técnico Oswaldo Mendonça chamava os mais experientes e recebia a negativa dos atletas. Coube ao atleta Ricley que se ofereceu para bater, efetuar a cobrança mesmo “frio”, pois não tinha entrado na partida ainda. Efetuado a cobrança, bela defesa de Erick, que por sinal, mais uma vez “fechou” a sua baliza.

Nessa hora não tinha mais o que fazer a não ser usar o goleiro-linha. Ponto mais dramático do futsal onde pode te levar ao sucesso ou ao fracasso. Nessa noite, a segunda opção foi o resultado. Dois novos erros, onde Deivis e novamente Romildo completaram e finalizaram o placar, 5 a 1.

O que podemos tirar de Lição dessa Copa?

Ao meu ver, quando se começa errado às chances de terminar errado são enormes. Poderia citar inúmeros casos ocorridos durante a competição, mas melhor me abster à mencionar. Novas copas virão e tenho certeza que nenhuma será conduzida da forma que foi. Com os erros aprendemos a não errar ou errar menos. Infelizmente aprendemos da pior forma, onde o torcedor que é o maior incentivador do time, sofre. É um jogo… Nem todos podem ganhar, dessa vez perdemos. Quem sabe na próxima, não mude essa história?!

Vieira Comenta

Por: Mateus Santos
Atualmente na redação do Portal Mais Sertão de Nossa Senhora da Glória. Natural de Itabaiana, apaixonado por tecnologia, mídias e redes sociais.
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!