Polícia Militar: GGCC cumpre ação de reintegração de posse pacificamente em Carira


- 19 de agosto de 2015 | - 9:10 - - Home » »

Integrantes do Grupo de Gestão de Crises e Conflitos da Polícia Militar do Estado de Sergipe (GGCC) realizaram, na manhã desta terça-feira, dia 18, mais um cumprimento de mandado de reintegração de posse de forma pacífica. A ação ocorreu no município de Carira, na propriedade identificada por Fazenda Fortuna de Baixo, com a presença do GGCC, policiais militares do 3º Batalhão (3º BPM), do oficial de justiça responsável pelo cumprimento e da parte requerente para receber a posse.

ggccO cumprimento dessa ação de forma pacífica é resultado do trabalho desenvolvido pelos integrantes do GGCC junto aos ocupantes, mantendo um diálogo aberto e favorável para as partes, demonstrando a forma de agir da Polícia Militar e ressaltando que a postura da Instituição é evitar o confronto e a presença da tropa especializada em ações como essas.

As negociações com os ocupantes da propriedade iniciaram em Junho deste ano, quando os integrantes do GGCC realizaram as primeiras visitas técnicas, promovendo a abertura do diálogo na tentativa de apresentar a importância do cumprimento de uma determinação judicial e também na tentativa do convencimento da saída voluntária dos ocupantes.

Além da ação da Polícia Militar, outras Instituições, como o (INCRA), participaram da fase de negociações de forma a auxiliar os ocupantes na busca de novas soluções que os orientassem a obedecer à determinação judicial.

ggcc2Após todas as fases de negociação desenvolvidas pelos integrantes do GGCC, cumprindo as atividades inerentes à sua função, sendo norteados por Doutrinas Internacionais de Direitos Humanos que visam soluções pacíficas e ordeiras, e com prévio agendamento de emprego de tropa para cumprimento de mandado para o mês de setembro, o GGCC em diálogo com o coordenador da ocupação foi informado sobre a decisão coletiva do movimento em desocupar voluntariamente a propriedade, o que resultou em cumprimento tranquilo e pacífico.

“O diálogo favorável em ações como essas é muito importante para o desenvolvimento da atividade de negociação de conflitos, porque gera a confiabilidade entre as partes e evita a exposição dos ocupantes, o uso da tropa no cumprimento e um possível confronto entre Polícia e Comunidade”, destaca o  capitão Marcos Rocha, coordenador do GGCC.

Fonte: Ascom/PM

Por: Paulo Pereira
Repórter do Programa Fala Sertão da FM Boca da Mata, Repórter da Rio FM e Diretor Executivo do Portal Mais Sertão. Radialista: DRT 5.1149/SP SINAJ: 06/17
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!