PARECE, MAS NÃO É: DESCUBRA OS FALSOS SAUDÁVEIS MAIS UTILIZADOS


- 13 de junho de 2019 | - 5:34 - - Home » » » »

Muita gente acha que sabe diferenciar os alimentos “saudáveis” dos “não saudáveis” só de olhar, e assim vão classificando… refrigerante é ruim, integrais são bons, e assim por diante. Mas você já parou para pensar que nem tudo que parece é de fato bom para sua saúde? Antes de detalhar quem são esses falsos saudáveis, é importante dizer que definir um determinado alimento como saudável ou não, por si só, já é um erro.

O que existem são alimentos ou produtos alimentícios que quando ingeridos muitas vezes em determinadas quantidades acabam promovendo o surgimento de algumas doenças. Normalmente são conhecidos como ultraprocessados. Como o próprio nome já sugere, passaram por vários mecanismos industriais antes de serem colocados à venda, e por esse motivo recebem a adição exagerada de alguns elementos como sal, açúcar, gordura e corantes. Com isso, mesmo em quantidades relativamente pequenas, fica fácil exagerar na dose.

Uma porção de biscoito recheado por exemplo, com apenas três biscoitos, geralmente, tem muito mais calorias do que uma porção bem maior de salada, por isso a frequência com que esses alimentos são consumidos deve ser sempre diminuída, mesma que em uma porção pequena. Esclarecida essa questão, vamos para os falsos saudáveis…

São aqueles produtos que geralmente foram reformulados pela indústria alimentícia afim de diminuir a aparência de “vilão”, por exemplo: refrigerante diet, doce light, adoçante artificial, barrinha de cereal, água saborizada, molhos prontos, entre outros. Isso não quer dizer que todos esses alimentos, de todas as marcas são ruins, mas que na maioria das vezes, a indústria se aproveita da retirada de um nutriente para compensar em outro, por exemplo, os alimentos light em açúcar podem ter sofrido uma adição grande de gorduras e corantes para não haver alterações no sabor, por isso fiquem sempre de olho no rótulo, leiam a lista de ingredientes e em caso de dúvidas procurem um nutricionista.

 

Gostou do conteúdo? Tem mais no meu Instagram @_tatinutri , te espero lá 😉

 

Por: Tatiane Ferreira

 

Montealegrense, graduanda em nutrição, pós-graduanda em nefrologia, integrante do grupo de pesquisa interdisciplinar em saúde (GEPISA) e da Liga acadêmica em saúde e ambiente da UniAGES, líder na pastoral da criança, instituição de ação social da CNBB, voltada para o acompanhamento e orientação de famílias no que diz respeito a ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania. Ministrante do curso Nutrição e dietética pelo PAEBS. Idealizadora do Blog Nutrição e Biologia: Saúde e ambiente em foco. Tem textos publicados na seleta do 4° encontro sergipano de escritores, 2° encontro de escritores canindeenses e convidados, 1° e 2° encontro dos escritores montealegrenses, entre outras obras reconhecidas. Autora do e-book “Alimentação e saúde”. Tem interesse especial em nefrologia e neuronutrição, está sempre aberta para diálogos que agreguem conhecimento dentro da sua futura profissão e fora dela.

 

E-mail: [email protected]; Instagram: _tatinutri

Por: Redação Mais Sertão
Portal de notícias fundado em 2015 a partir do até então 'Portal Mais Glória'. Somos coordenados por uma equipe de jornalistas comprometidos com a imparcialidade e exibição de notícias em tempo real.
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!