Governo inaugura Feira da Agricultura Familiar em Nossa Senhora da Glória


- 12 de dezembro de 2012 | - 10:56 - - Home »

A feira acontecerá quinzenalmente e conta com a participação dos agricultores dos municípios de Feira Nova, Garau, Moita Bonita e Ribeirópolis. Em dezembro ela será realizada na Praça da Telergipe e a partir de janeiro funcionará na Praça do Ceasa.

O projeto integra consumidores locais e pequenos produtores rurais de frutas, verduras e legumes sem agrotóxicos, derivados do leite, mel, mangaba, doces artesanais e outros produtos. Assim, a produção e comercialização própria destes produtos garantem aos agricultores lucro total das vendas.

A diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da Seides, Rosane Cunha, disse que com a feira implantada em Glória, o projeto afirma o processo de expansão para outras cidades do Estado.

“Já temos a feira implantada em alguns municípios e vamos continuar trabalhando e buscando parcerias para ampliar cada vez mais o número de cidades beneficiadas com o projeto. Certamente, a feira em Glória continuará sendo um sucesso, assim como na primeira edição”.

A feirante Lindalva Menezes, moradora do povoado São Clemente, em Glória, disse estar otimista com o primeiro dia de vendas. “Me arrependi por não ter trazido ainda mais produtos para vender. Gostei muito da experiência, vou participar de todas as edições”.

A consumidora Maria José Dias aprovou a nova feira em sua cidade. “Já frequento a feira dos sábados e das sextas. Fiquei contente em saber que essa será na quarta-feira e que as verduras não tem veneno. Antes de tudo, tenho que pensar na minha saúde”.

Garantia de continuidade

A prefeita de Nossa Senhora da Glória, Luana de Oliveira, disse estar satisfeita com a chegada do projeto ainda em sua gestão. “Estou no final da minha gestão como prefeita, mas estou muito feliz em saber que foi dado o pontapé inicial para a Feira da Agricultura Familiar. Vamos trabalhar para que apenas produtos não agrotóxicos sejam comercializados”.

O prefeito eleito para assumir a gestão do município em janeiro de 2013, Francisco Carlos Nogueira, o Chico do Correio, assegurou que a iniciativa será mantida em seu mandato

“Certamente será uma satisfação dar continuidade a essa importante iniciativa implantada pelo Governo do Estado em nosso município. Essa feira trará benefício para a economia local e incentivará a produção dos agricultores familiares. A minha intenção é ampliar o número de agricultores que participam da feira”.

As Feiras da Agricultura Familiar são um projeto do Governo de Sergipe, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), para fortalecer a agricultura familiar, criando frentes de comercialização para o escoamento da produção desses pequenos produtores rurais.

Essas frentes viabilizam a comercialização direta entre centro produtor e centro consumidor revertendo maior renda a este agricultor que diversifica o destino de sua produção, eliminando o atravessador, figura responsável pelo impedimento da elevação da margem de lucro deste agricultor.

Além disso, os participantes da Feira da Agricultura Familiar são incentivados a conduzir sua produção utilizando métodos agroecológicos e adotando medidas de proteção ambiental controlando a emissão de resíduos destas feiras, dando a eles a destinação correta.

Parceiros

Para a realização da feira a Seides conta com a parceria da Central de Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado de Sergipe (Centrafes), Instituto de Cooperação para o Desenvolvimento Rural Sustentável (Icoderus), Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consean), Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação (Cohidro), Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Banco do Estado de Sergipe (Banese), Banco do Brasil (BB), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Sergipe (Fetase), Projeto Dom Helder, Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC) e Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST).

Fonte: Instituto Marcelo Déda

Por: Redação Mais Sertão
Portal de notícias fundado em 2015 a partir do até então 'Portal Mais Glória'. Somos coordenados por uma equipe de jornalistas comprometidos com a imparcialidade e exibição de notícias em tempo real.
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!