Filho de policial assassinado diz que pai não era agiota


- 24 de outubro de 2017 | - 8:25 - - Home » » »

O assassinato do policial militar da reserva, João Luiz Santos Nogueira, 52 anos, tem nova versão após declarações feitas pelo filho que nega que o pai era agiota e que não tinha dinheiro para emprestar.
 
O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (23), no bairro Inácio Barbosa quando supostamente o militar teria cobrado uma suposta dívida do autor do assassinato, João Soares Santos, que foi preso  em flagrante.
 
O autor do crime alegou que agiu em legitima defesa, porém o filho alega que o pai foi morto com tiros nas costas. Além disso, há um vídeo onde aparece pessoas envolvidas no caso, porém a polícia não pode ainda informar sobre o que realmente aconteceu.
 
Em entrevista na manhã de hoje, o filho afirmou que o pai estava refinanciando um veículo para poder adquirir um terreno, e portanto não tinha dinheiro suficiente para fazer empréstimos.
 
Fonte:  Faxaju
Por: Paulo Pereira
Repórter do Programa Fala Sertão da FM Boca da Mata, Repórter da Rio FM e Diretor Executivo do Portal Mais Sertão. Radialista: DRT 5.1149/SP SINAJ: 06/17
Enium Soluções Digitais

Deixe seu comentário!