Postado em Cidades» Plantão» Slide» Variedade - 12 de junho de 2018 - 8:30 - Sem Comentários

AFINAL, EM QUEM VOCÊ DEVE ACREDITAR QUANDO O ASSUNTO É ALIMENTAÇÃO?

Como prometi na semana passada, hoje eu vou falar um pouco sobre ciência. Isso porque é nela que devemos acreditar quando o assunto é alimentação. Primeiramente, é necessário diferenciar “ciência” de “senso comum”. O senso comum, é tudo aquilo que se baseia apenas em uma mera opinião ou experiência isolada, sem qualquer comprovação. Já a ciência é repetibilidade de pesquisas que visam comprovar determinada hipótese. Diante disso, quando um nutricionista monta uma dieta para você, ele usa como referência, estudos científicos sobre suas necessidades individuais.
Sendo assim, quando alguém diz “funcionou comigo”, não quer dizer necessariamente que o método que essa pessoa usou deve ser aplicado a todos.

Vejamos um exemplo. A paciente 1, relata que usou um café funcional muito famoso durante um mês e emagreceu 2kg, mas ela esqueceu de mencionar que durante esses dois meses, se manteve em dieta e treinou regularmente. Logo, não tem como garantir que o resultado veio do café ou da associação entre treino e dieta. Diferentemente disso, quando um nutricionista te indica algo, baseado em ciência, já houve várias experiências anteriores que garantem que há uma chance considerável de bons resultados.
Usar como referência para sua alimentação, a experiência vivida por outros e o achismo de algumas pessoas é mais que arriscar a própria saúde, é admitir uma facilidade de se deixar envolver por falácias. Essa facilidade muitas vezes vem de simplesmente não querer ouvir a verdade. A excentricidade de algumas promessas, já se encarrega de denunciar a farsa. Portanto, ao se deparar com uma nova dieta da moda, ou um suposto “alimento milagroso”, desconfie, pesquise, pergunte, seja crítico. O conhecimento está apenas a alguns cliques de você. É claro que você dificilmente irá conhecer a ciência da nutrição de forma extremamente aprofundada, mas é interessante saber distinguir os propagadores de ciência dos inúmeros oportunistas.

Montealegrense, graduanda em nutrição (AGES), integrante do grupo de pesquisa interdisciplinar em saúde (GEPISA), líder na pastoral da criança, instituição de ação social da CNBB, voltada para o acompanhamento e orientação de famílias no que diz respeito a ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania. Escritora desde o ensino médio, tem textos publicados na seleta do 4° encontro sergipano de escritores, 2° encontro de escritores canindeenses e convidados, 1° e 2° encontro dos escritores montealegrenses, entre outras obras reconhecidas. Tem
interesse especial em neonatologia e neuronutrição, está sempre aberta para diálogos que agreguem conhecimento dentro da sua futura profissão e fora dela.

E-mail: [email protected]; Instagram: _tatinutri

Por: Redação Mais Sertão
Portal de notícias fundado em 2015 a partir do até então 'Portal Mais Glória'. Somos coordenados por uma equipe de jornalistas comprometidos com a imparcialidade e exibição de notícias em tempo real.
Enium Criação de Sites

Deixe seu comentário!