Postado em Cidades» Plantão» Slide» Variedade - 28 de maio de 2018 - 9:42 - Sem Comentários

A VERDADE SOBRE O SEU DESEJO DE EMAGRECER: Influências emocionais no tratamento nutricional

Antes de iniciar um tratamento nutricional, aqui termo substituto para dieta, é importante que haja o entendimento do que esse processo significa na vida do paciente. É grande o número de pessoas insatisfeitas com sua aparência, saúde fragilizada e com uma trajetória de decepções que desencadeiam influências emocionais negativas que interferem diretamente nos seus objetivos. Isso pode ser notado através da reação que a palavra “dieta” proporciona. Sempre que se fala nisso, é comum ver pessoas que entram em um sofrimento prévio, antes mesmo de aderir ao tratamento.

A psicologia nos ensina, através da TCC (Terapia cognitivo-comportamental), que esse sofrimento prévio é fruto de pensamentos automáticos negativos, responsáveis por desencadear emoções que afetam diretamente o nosso comportamento. Isto é, apenas por saber que vai ser submetido a uma dieta, há indivíduos que se tornam reféns de emoções negativas, resultando na desistência do tratamento.

Diante disso, percebemos até mesmo, o peso das palavras. Outrora um tratamento nutricional era chamado de regime, posteriormente dieta e agora reeducação alimentar, quando na verdade, trata-se da mesma coisa. Por esse motivo, antes de dar início a alguma mudança mais radical na sua alimentação, certifique-se de que será acompanhado (a) por um (a) nutricionista que compreenda essa relação entre pensamentos, emoções e comportamento.

Além disso, é importante que o seus objetivos e expectativas sejam trabalhados pelo profissional de nutrição, antes de iniciar o tratamento, para que haja uma discussão, com exceção de casos patológicos, sobre o seu desejo de mudança. Vou utilizar aqui como exemplo, o desejo de emagrecer. Basicamente devem ser estudados quem e o que estão envolvidos nesse desejo. Os comentários de familiares e amigos a respeito do seu peso atual, alguma crença pessoal ou até mesmo o desejo de mostrar que é capaz a alguém são exemplos de motivos que devem ser trabalhados e desmanchados juntamente com o profissional.

Não se trata apenas de uma dieta, estamos falando também da sua saúde emocional e bem-estar social. Um corpo relativamente bonito, pode ser consequência da revitalização da sua saúde, mas nunca deve estar em detrimento da mesma. Esse assunto é urgente e precisa ser debatido. Procure um nutricionista que te enxergue como um ser humano completo, um ser biopsicossocial. Você não é apenas uma estrutura anatômica, você é o resultado das influências do seu meio, fatores biológicos e psicológicos.

Montealegrense e graduanda em nutrição (AGES), integrante
do grupo de pesquisa interdisciplinar em saúde (GEPISA), líder na
pastoral da criança, instituição de ação social da CNBB, voltada para
o acompanhamento e orientação de famílias no que diz respeito a ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania. Escritora desde o ensino médio, tem textos publicados na seleta do 4° encontro sergipano de escritores, 2° encontro de escritores canindeenses e convidados, 1° e 2° encontro dos escritores montealegrenses, III enconto sergipano de escritores, entre outras obras reconhecidas. Tem interesse especial em neonatologia e neuronutrição, está sempre aberta para diálogos que agreguem conhecimento dentro da sua futura profissão e fora dela.

E-mail: [email protected]

Por: Redação Mais Sertão
Portal de notícias fundado em 2015 a partir do até então 'Portal Mais Glória'. Somos coordenados por uma equipe de jornalistas comprometidos com a imparcialidade e exibição de notícias em tempo real.
Enium Criação de Sites

Deixe seu comentário!